sexta-feira, 20 de março de 2015

A melhor notícia da minha vida!

Eu vou contar de novo! Eu não canso mesmo de contar essa história...

Na madrugada do dia 21 de março de 2006, por volta de 4 horas da madrugada, eu senti uma pressão forte na barriga e quando levantei para ir ao banheiro, a bolsa estourou...

Fiquei calma, a mala já estava pronta, acordei o pai do Ernesto, que na época não sabia dirigir e quis chamar um táxi. Mas eu estava tão tranquila que resolvi ir dirigindo...

A gravidez toda foi muito tranquila. Trabalhei e fiz hidroginátisca até uns quinze dias antes do parto. Dirigi todos os dias e podia dirigir neste também...

Cheguei no hospital Arthur Ramos e liguei para minha médica, dra. Sônia Pantaleão, que sabia do meu desejo de ter um parto normal, apesar dos 39 anos de idade.

Ela chegou logo, ainda bem, porque Ernesto não queria saber de esperar. Mal deu tempo de chegar na sala de parto. Eu olhei o relógio e eram 6 horas. Nada de anestesia. Ernesto não demorou. Às 6h40 ele já estava nos meus braços, mamando...

No outro dia, às 8 h, já estávamos de alta. Coloquei Ernesto no bebê conforto e fomos para casa. Dirigi de volta mais leve, tranquila e feliz como nunca!

De lá para cá, nove anos se passaram. Todos os dias eu agradeci. Todos os dias eu vou continuar agradecendo. Ernesto é um presente de Deus para mim e sem dúvida é a história mais importante da minha vida!


Nenhum comentário:

Postar um comentário