quarta-feira, 27 de julho de 2011

Meu pai e meu filho...

Parece uma cena comum, singela, sem grandes histórias... ledo engano! Existe uma grande jornada a ser narrada, até chegar a este momento: meu pai comemorando o dia dos avós, de mãos dadas com meu filho.

A história toda eu não vou contar agora, mas esta imagem só é possível porque houve a superação de ódios, medo, conflitos... houve amor e perdão suficientes para deixar para trás momentos ruins e recuperar uma relação familiar que parecia perdida...

E para coroar tudo isso, toda essa capacidade de renovação da vida, quando a gente acredita nela, veio Ernesto. Lindo, doce, levado, cheio de energia... à lembrar que cada dia é uma celebração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário