quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Daniel e a linguagem dos sinais...

Hoje entrevistei, para a folha universitária da Ufal, o professor Daniel Paes, aprovado ano passado no concurso da universidade, no cargo de professor de Libras.

A gente logo percebe quando uma pessoa é entusiasmada pelo que faz. Daniel gosta de aprender línguas. Poderia ter feito Letras, mas é formado em Comunicação, com habilitação em Relações Públicas. Ele fala fluentemente o alemão e dá aulas na Casa de Cultura Alemã do Espaço Cultural.

O interesse pela linguagem de sinais começou por influência de duas amigas espanholas. Por causa delas, Daniel aprendeu primeiro os sinais em espanhol. Depois aprendeu as libras. Assim que foi nomeado professor da Ufal, Daniel elaborou um projeto de Extensão para divulgar a linguagem dos surdos.

A Casa de Cultura de Expressão Visuo-gestual Miralles já foi aprovada pela Faculdade de Letras e pelo Conselho das Casas de Cultura. Deve entrar em funcionamento ainda esse semestre e vai atender a todos os interessados pela linguagem de sinais: estudantes de licenciaturas, professores de todas as redes de ensino, comunidade em geral...

Apesar de reconhecida por lei em 2002, a Linguagem Brasileira de Sinais ainda não é muito divulgada, embora programas de TV preocupados com a inclusão de pessoas com necessidades especiais sempre utilizem uma tradução de libras...


Daniel é mais uma dessas pessoas interessadas em divulgar os símbolos que podem facilitar a comunicação entre todos, os que ouvem e os que vibram...

Um comentário:

  1. Interessante saber desta nova "alternativa" de linguagem... Vou fazer tambem.. Só não sei se este ano.. Mas me interessei, acredito que abrirá algumas portas, e possiblilitará novas experiências.

    ResponderExcluir