sábado, 23 de janeiro de 2010

O Pinto é dez!!!




Quer uma receita para alimentar três mil foliões num café da manhã? Lá vai: 55 kg de milho, 45kg de açucar, 180 litros de água, 140 litros de leite, 35 litros de leite de côco, 1,1 kg de cravo, 1,8 kg de canela em pó e mais um toque especial do chef Gerson Domingos.

Hoje foi servido o Munguzá do Pinto, ao som de muito frevo, sete horas da manhã, em frente ao Hotel Ponta Verde. A frevança abre a temporada de prévias carnavalescas em Maceió.

O Pinto está completando dez anos e já nasceu surpreendendo. Braga Lira, um dos organizadores, contou que no primeiro desfile do bloco, eles esperavam no máximo 100 foliões. Apareceram 5 mil. De lá para cá, o frevo foi atraindo mais participantes. Ano passado desfilaram cem mil, esse ano deve aparecer mais. "Quem sai no Pinto volta e convida mais gente", disse Braga Lira.



Dois personagens chamam a atenção todos os anos: um é o porta-estandarte, o pernambucano Eraldo Ferraz, que mora em Alagoas há muitos anos e é professor da Ufal. Ele vem vestido à carater, no melhor estilo da nobreza. A outra personagem que não pode faltar, é dona Maria Pinheiro. Ela é pura animação, fantasiada de pinto e pulando ao som do frevo.

Os organizadores trabalham desde a madrugada mesmo. Eduardo Lyra estava lá, vestido de chef, contando que precisou levantar antes do sol para preparar tudo até a chegada dos convidados. E ainda vai ter mais festa: dia 31 de janeiro é a festa do Pintinho, na praia de Pajuçara, com oficina de frevo para as crianças. E no dia 6 de fevereiro, o grande desfile do Pinto pela orla de Maceió, com mais de cem mil!!!






Eu fiz matéria, comi munguzá e dancei um pouco de frevo que ninguém é de ferro! E o Pinto da Madrugada realmente é dez!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário