quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

NOTA ANDI – Falecimento de Zilda Arns

Juntamente com todo o Brasil, a ANDI – Agência de Notícias dos Direitos da Infância lamenta a morte da médica pediatra e sanitarista Zilda Arns, vítima do terremoto ocorrido ontem (12) no Haiti. Em suas atividades internacionais, ela disseminava o exitoso trabalho de combate às situações de pobreza iniciado em território brasileiro a partir da Pastoral da Criança e da Pastoral do Idoso.

Não por acaso, Zilda tornou-se um dos principais nomes no estudo e no enfrentamento à desnutrição de meninos e meninas. Seu trabalho na Pastoral da Criança contribuiu para reduzir drasticamente os índices de mortalidade infantil no Brasil, o que deixa o país bem próximo de alcançar pelo menos um dos 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio: diminuir a taxa de morte de crianças até cinco anos em 2/3 até 2015.

Seu falecimento é uma perda inestimável para a nação e para o movimento dos direitos da infância. Esperamos que seu trabalho continue a ser realizado pelos milhares de voluntários da Pastoral da Criança cujos corações ela mobilizou. A Agência de Notícias dos Direitos da Infância manifesta sua profunda admiração por Zilda Arns.

Um comentário:

  1. Deus só quer ao lado deles anjos e Zilda com certeza está nesse meio! Deixa um legado estupendo, além do exemplo de humanidade e amor ao próximo.

    ResponderExcluir